Curitibana de berço e de sotaque

Tatiana é curitibana de berço e de sotaque. Uma moça fina. Fala com a delicadeza feminina das moças bem criadas. Mas ela é “gente”, no sentido literal da palavra, acessível, simpática. Ao se aproximar dessa mulher é difícil não se encantar com sua simpatia. A maior parte da sua trajetória profissional foi direcionada para o marketing e mesmo que essa não fosse sua praia, sempre buscou agregar fotografia ao trabalho. Há três anos adotou de vez a fotografia como foco. Sua ideia com as imagens é provocar reações. E provoca mesmo. Com olhar delicado, atento e por vezes melancólico, Tatiana cria, sobretudo com a geometria das paisagens e com retratos anônimos, uma atmosfera “à la Cartier-Bresson”. Tem predileção pelos retratos que captam a essência das pessoas. Acredita na fotografia como arte em oposição a produções em série. Qualidade em vez de quantidade. Sua fotografia é intuitiva e espontânea. Ela sente e dispara. É uma pausa agradável aos olhares cansados da mesmice do dia a dia. Tatiana refreshes us.

Maria Luiza Mercuri

Tatiana Nasser


TAMBÉM NOS ENCONTRAMOS AQUI: