Fernanda e os bichos

Um dos cursos que têm mais ramos de atividade é o de Biologia. Tem como estudo os seres vivos. É o estudo da vida. No ramo da zoologia estuda a vida em seu aspecto micro, como as ascídias, e macro, como, por exemplo, o elefante. Fernanda Cavalcanti Azevedo formou-se em Biologia na PUCPR, na turma de 2000. Seu mestrado em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre foi feito em Belo Horizonte, em 2008, na UFMG. E o doutorado em Ecologia na Universidade Federal de Viçosa. De posse dos diplomas, além do preciso e indispensável conhecimento, colocou as mãos no mato. Primeiro foi para o pantanal de Mato Grosso trabalhar com as ariranhas e com as onças pardas. Em 2004, arrumou sua mochila e rumou em direção à serra da Canastra para cuidar do projeto “Lobos da Canastra”, com ênfase no lobo guará. Seu amado Frederico entrou na sua vida em 2006. A fome juntou-se à vontade de comer e foram juntos trabalhar com a bicharada e a ecologia. Projetos não faltam: Ecologia e Conservação da Raposa-do-Campo, Onça Parda do Triângulo Mineiro, Riqueza dos Mamíferos de Médio e Grande Portes do Pescan. Participaram de várias entrevistas em jornais, revistas ee foram filmados pela televisão. Publicaram um belo livro, “Rastros & Pistas”, incluindo fotos próprias para nenhum profissional botar defeito. Se depender deles e da sua equipe os bichos da região, dos maiores aos menores, dos mansos aos ferozes, vão colocar as patas aos céus. Talvez até mandem rezar um “Te Deum”.

Por Dico Kremer, texto e fotos.

Fernanda Cavalcanti Azevedo


TAMBÉM NOS ENCONTRAMOS AQUI: